Feios (Uglies #1) ~ Scott Westerfeld

Tally está prestes a completar 16 anos, e ela mal pode esperar. Não por sua carteira de motorista – mas para se tornar bonita.

No mundo de Tally, seu aniversário de 16 anos traz uma operação que torna você de uma horripilante pessoa feia para uma maravilhosa pessoa linda e te leva para um paraíso de alta tecnologia onde seu único trabalho é se divertir muito. Em apenas algumas semanas Tally estará lá. Mas a nova amiga de Tally, Shay, não tem certeza se ela quer ser bonita. Ela prefere arriscar sua vida do lado de fora.

Quando ela foge, Tally aprende sobre um lado totalmente novo do mundo dos bonitos – que não é tão bonito assim. As autoridades oferecem a Tally sua pior escolha: encontrar sua amiga e a entregar, ou nunca se transformar em uma pessoa bonita. A escolha de Tally faz sua vida mudar pra sempre.

Feios (Uglies #1) – Scott Westerfeld

 ISBN: 978-85-01-08370-8

Editora: Galera Record

Ano de Lançamento: 2010

Estrelas: 5 de 5

Páginas: 415

Na minha onda de distopias, acabei descobrindo essa série, do Scott Westerfeld. Eu já tinha ouvido muita gente falar da série Uglies, mas eu nunca tinha tido muita curiosidade com ela. Mesmo com muit0s comentários positivos, eu li sem muitas espectativas, mas… O livro é excelente!!

Em Feios, o primeiro volume da série, somos introduzidos à Tally, uma garota de 16 anos que é descrita pelo autor apenas como feia. No mundo criado no livro, aos 16 anos, todos os adolescentes ganham uma cirurgia que faz com que eles deixem de ser feios, se tornem perfeitos e se mudem de Vila Feia para Nova Perfeição, onde a vida boa é pouco.

Tally sempre sonhou em se tornar perfeita, e já estava contando os dias para a sua cirurgia quando conheceu Shay. Ela é totalmente o oposto da protagonista da história: ela não quer fazer a cirurgia, não quer se tornar perfeita. Elas se conhecem um dia quando Tally estava voltando de uma aventura em Nova Perfeição, e a amizade se torna instantânea.

Shay acaba fugindo de sua cirurgia e Tally se vê obrigada, alguns dias depois, a ir atrás da amiga para que consiga realizar sua cirurgia, mas quando ela finalmente alcança Shay, ela vê sua realidade mudando, junto com suas ideias e sua visão sobre a sociedade em que vive.

Eu vou parar por aí para não estragar o resto da história, mas eu posso dizer que o livro é ótimo! A narrativa que o Scott desenvolve te prende do início ao fim. O livro é narrado em terceira pessoa, com o foco na Tally, então você não sabe o que está acontecendo com o resto do mundo, e quando ela descobre… Não é nada legal.

Já li o segundo livro e estou terminando o terceiro. A série Uglies, com certeza, vai entrar para os meus favoritos, assim como o Scott Westerfeld. Ainda essa semana, vou postar do evento e da sessão de autógrafos que eu fui com uma amiga e o Scott estava lá. Gente, ele é muito fofo!!

Anúncios

Musical Quote #35

Então, eu falei que ia parar com Glee por um tempo, mas… Essa música é do episódio que vai ao ar essa quinta-feira e ela realmente mexeu comigo

Settle down, it’ll all be clear, the trouble it might drag you down, if you get lost, you can always be found. Just know you’re not alone (Know you’re not alone), cause I’m gonna make this place your home.

Anjo Mecânico (As Peças Infernais #1) ~ Cassandra Clare

Anjo mecânico apresenta o mundo que deu origem à série Os Instrumentos Mortais, sucesso de Cassandra Claire.

Nesse primeiro volume, que se passa na Londres vitoriana, a protagonista Tessa Gray conhece o mundo dos Caçadores de Sombras quando precisa se mudar de Nova York para a Inglaterra depois da morte da tia.

Quando chega para encontrar o irmão Nathaniel, seu único parente vivo, ela descobrirá que é dona de um poder que capaz de despertar uma guerra mortal entre os Nephilim e as máquinas do Magistrado, o novo comandante das forças do submundo.

Anjo Mecânico (As Peças Infernais #1) – Cassandra Clare

 ISBN: 978-98-96-57139-7

Editora: Galera Record

Ano de Lançamento: 2012

Estrelas: 5 de 5

Páginas: 392

Depois de meu desespero com o final de Cidade de Vidro, eu finalmente consegui pegar Anjo Mecânico na biblioteca do colégio. E foi muito mais do que eu esperava essa leitura!

Para começar, eu já me apaixonei de cara pelo fato de a história inteira se passar em Londres. Na Londres vitoriana, em 1878. Eu sou completamente apaixonada pela Inglaterra e pela cultura e tradição que ela traz desde seu início… Enfim, nesse livro, conhecemos a Tessa Gray uma garota de New York aparentemente comum que, assim como a Clary em Os Instrumentos Mortais, não é exatamente normal. É quase impossível não ficar comparando as protagonistas das duas séries da Cassandra Clare, principalmente durante o desenvolvimento da história, na qual vão aparecendo sobrenomes familiares da primeira série, como Herondale.

Acontece que tudo gira em torno de uma história diferente em As Peças Infernais. Enquanto sabe-se que Clary, a princípio, tem o dom da Visão mentira, ela é Caçadora de Sombras, ninguém sabe como Tessa enxerga o Mundo das Sombras ou como ela adquiriu seus poderes e etc. Por isso a história é tão legal. Elas se liga com a primeira série, mas ao mesmo tempo se afasta dela.

Super recomendo Anjo Mecânico. Mesmo para aqueles que não gostaram de Os Instrumentos Mortais, são histórias diferentes, então não deixem de provar  da deliciosa escrita de Cassandra. Estou agora aguardando dolorosamente por Príncipe Mecânico, o segundo livro da série…

Musical Quote #34

Durante o  Especial Twilight, teve o lançamento do CD novo da Taylor Swift, e eu fiquei tentada a colocar uma música desse novo lançamento aqui para vocês, mas para não quebrar a temática, esperei até hoje! Com vocês, a quinta faixa do RED, All Too Well.

Time won’t fly it’s like i’m paralyzed by it, I’d like to be my old self again, but i’m still trying to find it. After plaid shirt days and nights when you made me your own, now you mail back my things and I walk home alone. But your keep my old scarf from that very first week, cause it reminds you of innocence and it smells like me. You can’t get rid of it, cause you remember it all too well… Cause there we are again and I loved you so, back before you lost the one real thing you’ve ever known. It was rare, I was there, I remember it all too well… Wind in my hair you were there you remember it all, down the stairs you were there you remember it all, it was rare, I was there I remember it all too well…

 

Era Uma Vez: Amanhecer – Parte 2 (Twilight Saga #4)

“Era Uma Vez” é um meme no qual eu falarei sobre um livro que virou filme ou vice-versa.

E para finalizar essas três semanas de Especial Twilight Saga, a resenha do filme Amanhecer – Parte 2

Classificação: 12 anos
Diretor: Bill Condon
Elenco: Kristen Stewart, Robert Pattinson, Taylor Lautner, Mackenzie Foy
Duração: 115 min

Efeitos Especiais/Maquiagem: ✭✭✭✭✭

Fidelidade ao livro/Adaptação: ✭✭✭✭

Trilha Sonora: ✭✭✭✭✭

Detalhes importantes: ✭✭✭✭✭

Total: ✭✭✭✭✭

Continuar lendo

Era Uma Vez: Amanhecer – Parte 1 (Twilight Saga #4)

“Era Uma Vez” é um meme no qual eu falarei sobre um livro que virou filme ou vice-versa.

Classificação: 14 anos
Diretor: Bill Condon
Elenco: Kristen Stewart, Robert Pattinson, Taylor Lautner
Duração: 117 min

Efeitos Especiais/Maquiagem: ✭✭✭

Fidelidade ao livro/Adaptação: ✭✭✭✭

Trilha Sonora: ✭✭✭✭

Detalhes importantes: ✭✭✭✭

Total: ✭✭✭✭

Continuar lendo

Amanhecer (Twilight Saga #4) ~ Stepehenie Meyer

Estar irrevogavelmente apaixonada por um vampiro é tanto uma fantasia como um pesadelo, costurados em uma perigosa realidade para Bella Swan.

Empurrada em uma direção por sua intensa paixão por Edward Cullen, e em outra por sua profunda ligação com o lobisomem Jacob Black, ela resistiu a um tumultuado ano de tentação, perda e conflito até o momento da decisão definitiva. A escolha entre fazer parte do obscuro, mas sedutor, mundo dos imortais ou permanecer vivendo como humana se tornou o marco que poderá transformar o destino dos dois clãs: vampiros e lobisomens. Agora que Bella tomou sua decisão, uma corrente de acontecimentos sem precedentes se desdobrará, com consequências devastadoras.

No momento em que as feridas parecem prontas para ser cicatrizadas, e os desgastantes confrontos da vida de Bella, resolvidos, isso pode significar a destruição. Para todos. Para sempre.

Amanhecer (Twilight Saga #4) – Stephenie Meyer

 ISBN: 978-85-9807-846-5

Editora: Intrínseca

Ano de Lançamento: 2009

Estrelas: 5 de 5

Páginas: 576

ATENÇÃO: ESSA RESENHA CONTÉM SPOILERS

E é assim que se termina uma série em grande estilo. Eu não via um final de série assim desde Harry Potter e as Relíquias da Morte. É, teoricamente, o último livro, mas não tem todo aquele clima de último livro, de despedida. É ação durante as 576 páginas.

Bem, em Amanhecer, os sonhos de Bella e Edward finalmente se realizam. Ele casa com ela e ela viraria vampira, só que as coisas não ocorrem muito bem como era esperado. No meio do caminho, ela acaba descobrindo que está grávida dele, o que teoricamente seria impossível, mas… E é aí que ferra tudo! De um lado, temos o pessoal que quer manter o bebê vivo. Do outro, o pessoal que quer tirar o bebê. Isso com os vampiros, ainda temos depois todo o envolvimento dos Quileutes nessa briga toda pela Renesmee.

O livro é dividido em três parte. A primeira e a terceira, são narradas pela protagonista, como todos os outros livros até então lançados. A maior surpresa que eu tive foi que a segunda parte é narrada por ninguém menos que o Jacob. E eu amo o Jake. E nesses capítulos que ele narra, conhecemos como é a vida de metamorfos, como eles vêem os vampiros como ameaça e como ele se sente em relação à Bella. No início, ele é a favor de que matem o bebê assim que ele nascer, mas não é bem isso que acontece e eu não vou falar para não estragar essa que foi a maior surpresa da série inteira.

Stephenie Meyer realmente soube como terminar a série. O livro é realmente impossível de ser comparado com os outros. A Twilight Saga teve seus altos e baixos, mas Amanhecer é um ponto fora da curva. Logo depois da publicação do livro, muitos fãs ficaram indignados com o final repentino e começaram a escrever fanfictions. Eu fui uma delas, porém, em uma entrevista recente, Stephenie afirmou que talvez, daqui a alguns anos, volte a escrever a série, já que tem uma ideia pronta para um trama envolvendo Jacob e Renesmee. Só eu que fiquei super ansiosa?

Musical Quote #33

A música de hoje não tem letra, então eu vou deixar vocês com uma das minhas quotes favoritas da série. Ela é do livro Amanhecer, é um diálogo entre o Edward e a Bella.

Coloquei o pequeno medalhão na mão dele. (…) Ali havia espaço para uma pequena foto e, do outro lado, uma inscrição em francês. – Sabe o que diz aí? – perguntou ele, num tom diferente, mais moderado do que antes. – O vendedor me disse que era algo como “Mais do que minha própria vida”. É isso mesmo? – Sim, ele tinha razão.

A Breve Segunda Vida de Bree Tanner (Twilight Saga #Extra) ~ Stepehenie Meyer

Pela primeira vez Stephenie Meyer oferece aos fãs uma nova perspectiva do universo de “Crepúsculo”.

Na voz de Bree Tanner, uma jovem vampira integrante do violento exército de recém-criados que assola a cidade de Seattle no terceiro volume da série, “Eclipse”, somos apresentados ao lado sombrio da saga. Bree vive nas trevas, sedenta por sangue. Não conhece sua verdadeira natureza e não pode confiar nos de sua espécie.

Sua breve história acompanha a semana que antecede o confronto definitivo entre os recém-criados e os Cullen – a última semana de sua existência..

A Breve Segunda Vida de Bree Tanner (Twilight Saga #Extra) – Stephenie Meyer

 ISBN: 978-85-9807-880-9

Editora: Intrínseca

Ano de Lançamento: 2010

Estrelas: 5 de 5

Páginas: 192

ATENÇÃO: ESSA RESENHA CONTÉM SPOILERS

Eu não tenho palavras para descrever a surpresa que eu tive ao ler esse livro. Um ano depois do lançamento de Amanhecer aqui no Brasil, Stephenie Meyer nos presenteia com esse pequeno livro. Eu comprei mais pela animação de ter mais alguma coisa da série, não muito pelo conteúdo, mas quando eu comecei a ler, uau.

Essa é a segunda vez que temos contato com a história sem ela ser contada pela Bella. E nesse livro, a protagonista não é a Bella, mas sim uma das vampiras criadas para o exércio que Victoria construiu para se vingar dos Cullen. E essa vampira é a Bree, a garotinha que os Cullen tentam salvar quando os Volturi chegam no final do livro.

Eu realmente super apoio a ideia da Stephenie Meyer de explorar mais todos esses outros personagens que ela criou durante os livros. Por isso que A Breve Segunda Vida de Bree Tanner me encantou tanto. Conhecer todos esses detalhes que não se pode ver em Eclipse torna a história tão mais interessante…

Era Uma Vez: Eclipse (Twilight Saga #3)

“Era Uma Vez” é um meme no qual eu falarei sobre um livro que virou filme ou vice-versa.

Classificação: 14 anos
Diretor: David Slade
Elenco: Kristen Stewart, Robert Pattinson, Billy Burke, Taylor Lautner
Duração: 124 min

Efeitos Especiais/Maquiagem: ✭✭

Fidelidade ao livro/Adaptação: ✭✭✭✭

Trilha Sonora: ✭✭✭

Detalhes importantes: ✭✭✭✭

Total: ✭✭✭

Continuar lendo