Divergente (Divergent #1) ~ Veronica Roth

Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.

A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é.

E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

Divergente (Divergent #1) – Veronica Roth

 ISBN: 978-85-7980-131-0

Editora: Rocco

Ano de Lançamento: 2012

Estrelas: 5 de 5

Páginas: 502

Uau. Eu posso dizer que eu não estava preparada para o que foi Divergente. A maioria dos blogueiros que eu sigo falou muito bem do livro, mas quando eu comecei a ler, achei as primeiras páginas um pouco enroladas, mas ainda bem que eu continuei a ler. Já estou atrás de uma cópia de Insurgente para ver o desenrolar dessa trilogia. Distopias dominando minha lista de favoritos esse ano!

A história se passa em uma Chicago futurista, onde a sociedade é dividida em cinco facções que são separadas por valores: Abnegação, Amizade, Audácia, Erudição e Franqueza. Quando as pessoas completam dezesseis anos, fazem um teste para ver a qual facção pertencem e depois, têm de escolher se irão continuar na que foram criados ou se irão mudar de facção. Conhecemos então Beatrice, uma garota da Abnegação prestes a realizar seu teste. E é aí que as coisas começam a sair do normal.

Eu vou parar de falar porque eu seria capaz de contar a história inteira para vocês em uma animação indescritível, mas aí… Não vai ser muito legal. Bom, esse é o livro de estreia de Veronica Roth e eu não poderia imaginar uma maneira melhor de se começar uma carreira. O primeiro livro da trilogia Divergent pode ser um pouco demorado no início, mas depois que você “pega no tranco”… A velocidade com que eu o li supera a de A Seleção.  Foi menos de um dia para ler todas as 500 páginas do livro.

Divergente é simplesmente incrível! É o tipo de livro que te deixa sem fôlego durante a leitura, que aproxima o leitor do personagem… Eu não consigo achar adjetivos para descrever o livro. Eu disse no começo desse parágrafo que o livro é incrível, mas isso é pouco. Veronica Roth escreveu um dos melhores livros que li nos últimos tempos.

Agora, para aqueles que já leram: quem está ansioso para Divergente no cinema levanta a mão!! o/

Anúncios

|Top Ten Tuesday| Livros Que Eu Pretendo Ler Até Agosto

O Top Ten Tuesday é um meme criado pelo The Broke and the Bookish e consiste em, toda terça-feira, responder a um tema que será lançado pelo blog.

TopTenTuesday_edited-1

O tema do Top Ten Tuesday dessa semana é freebie, ou seja, podemos postar sobre o que quisermos. Eu escolhi Top 10 livros que eu pretendo ler até agosto. Por que agosto? Em agosto começa meu cursinho, então, menos tempo ainda para a leitura… Esses são os livros que estão no topo da minha lista de leitura!

TTT_2

1. A Lista Negra – Jennifer Brown

2. A Elite – Kiera Cass

3. Insurgente – Veronica Roth

4. Tamanho Não Importa – Meg Cabot

5. O Lado Bom Da Vida – Matthew Quick

6. Inferno – Dan Brown

7. Dezesseis Luas – Kami Garcia e Margareth Peterson

8. O Teorema de Katherine – John Green

9. Uncommon Criminals – Ally Carter

10. Perfect Scoundrels – Ally Carter

Esses livros estão no topo da minha lista de próximas leituras. Metade deles são continuações de séries que eu já comecei e estou louca para continuar (A Elite, Insurgente, Tamanho Não Importa, Uncommon Criminals e Perfect Scoundrels), principalmente A Elite! Temos dois dos que eu gosto de chamar de livros soltos, ou seja, que não fazem parte de uma série (O Lado Bom da Vida e O Teorema de Katherine), um início de série (Dezesseis Luas) e um que não sabe muito bem o que é (Inferno). Agora falando sério, sobre Inferno, ele é mais um dos livros cujo protagonista é Robert Langdon, porém esses livros não são considerados uma série pelo autor. Já vi resenhas maravilhosas da maioria desses e, mesmo os que eu não vi resenhas, sei que é pouco provável que eu me decepcione.

Assinatura_2

Musical Quote #51

Dessa vez eu tenho uma boa desculpa para colocar Glee aqui… A música é original da série!!

I’m gonna fly, gonna crash right through the sky, gonna touch the sun (Touch the sun), show everyone (Show everyone), that it’s all or nothing, all or nothing. This is my life, I’m not gonna live it twice. There’s no inbetween (No inbetween), take it too extreme (Too extreme), cause’ it’s, all or nothing, all or nothing. Or nothing at all.

e

Deslembrança ~ Cat Patrick

Toda noite, quando London Lane recosta a cabeça no travesseiro e dorme, cada mínimo detalhe do dia que viveu desaparece de sua memória. Pela manhã, restam-lhe apenas lembranças do futuro: pessoas e acontecimentos que ainda estão por vir.

Para conseguir manter uma rotina minimamente normal, London escreve bilhetes para si própria e recorre à sempre fiel melhor amiga. Já acostumada a tudo isso, ela tenta encarar a perda de memória mais como uma fatalidade que como uma limitação.

Mas, quando imagens perturbadoras começam a surgir em suas lembranças e London precisa, de algum modo, escapar delas, fica claro que para entender o presente e o futuro ela terá que decifrar o que ficou esquecido no passado.

Deslembrança – Cat Patrick

 ISBN: 978-85-8057-162-2

Editora: Intrínseca

Ano de Lançamento: 2012

Estrelas: 4 de 5

Páginas: 256

Esse é mais um daqueles livros que eu peguei para ler pela capa. A arte da capa é simplesmente linda! Enfim, vamos ao livro.

Em Deslembrança, conhecemos London Lane, uma garota que está em seu penúltimo ano do colégio, tem uma melhor amiga e uma vida normal de estudante. Tirando o fato de que ela não se lembra nada de seu passado, mas lembra do que vai acontecer não só no seu futuro como o das outras pessoas. Ela está acostumada com essa vida de escrever todo o seu dia em bilhetes para lembrar das coisas no dia seguinte, mas, de repente, uma memória do futuro começa a assombrá-la.

A ideia do livro é muito boa. O desenvolvimento do livro é muito bom. O crescimento das personagens é muito bom. Porém, eu achei o final do livro muito fraco. Sim, ele deixou aquele gostinho de quero mais, mas eu acho que muitos pontos não foram tratados durante a finalização do livro que eu acho que dificilmente poderiam vir a ser tratadas em um possível próximo livro.

Além disso, houve um salto muito grande no meio do livro. A protagonista estava com um problema e na próxima página esse problema havia sido resolvido. Sem mais nem menos, sem mostrar nada da resolução. E não era um problema simples! Era algo que, pelo menos eu, fiquei muito curiosa em saber mais sobre esse problema que a London estava vivendo!

No meio da trama principal da história, ainda temos algumas secundárias que conseguem prender a atenção de nós leitores, pois queremos saber o que vai acontecer e, assim que uma se resolve, outra já vem para prender nossa atenção mais uma vez!

Tirando essas duas coisinhas, o livro é muito bom! Eu nunca tinha lido nada com essa ideia de memórias do futuro/sem memórias do passado. Explorar a cabeça do personagem é uma das coisas que me agrada muito nos livros, então, ponto positivo! O melhor é que, durante alguns capítulos, você acaba esquecendo que a protagonista  o futuro, até que acontece alguma coisa e ela pensa algo do tipo Ah, mas tudo bem, vai acontecer isso na vida dela daqui a pouco.

A escrita da Cat Patrick é bem gostosa, o livro é bastante fluído e eu fiquei curiosa em ler mais livros dela! Agora é só procurar e ver o que mais ela tem para nos oferecer!

|Top Ten Tuesday| Capas Favoritas de Livros Que Eu Li

O Top Ten Tuesday é um meme criado pelo The Broke and the Bookish e consiste em, toda terça-feira, responder a um tema que será lançado pelo blog.

TopTenTuesday_edited-1

Como eu mostrei para vocês na sexta-feira, essa semana iríamos ter algumas novidades aqui no blog. Então, para inaugurar, o primeiro Top Ten Tuesday! O tema dessa semana é “Top Ten Favorite Book Covers Of Books I’ve Read”, algo como Top 10 Capas Favoritas de Livros Que Eu Li, como mostra no título do post. Então, vamos lá?

TTT_1

1. Deslembrança – Cat Patrick

2. Harry Potter e as Relíquias da Morte – J. K. Rowling (Box De Colecionador)

3. A Seleção – Kiera Cass

4. A Garota Americana – Meg Cabot

5. Harry Potter e as Relíquias da Morte – J. K. Rowling (Capa Branca)

6. Destino – Ally Condie

7. Fallen – Lauren Kate

8. Garotas de Vidro – Lauren Halse Anderson

9. Out Of Sight, Out Of Time – Ally Carter

10. Sorte Ou Azar – Meg Cabot

Têm vários casos aí no meio de ler o livro pela arte da capa (Deslembrança e Destino)… Acho que a capa influencia bastante na escolha de um livro, pois é o que chama a atenção do leitor em uma livraria/biblioteca… As duas capas das edições especiais de Harry Potter são lindas. A capa branca mais pelo desenho e pelo fundo branco (tenho tara por capas brancas), enquanto a outra está aqui mais pelo acabamento e pela arte na capa. A Seleção, Sorte ou Azar, Fallen e Out of Sight, Out of Time são o tipo de capa que eu geralmente não gosto muito, mostrando pessoas, mas, não sei, sou apaixonada por elas! Já Garotas de Vidro e A Garota Americana estão aqui devido a composição geral da capa: lindas!

Assinatura_2

Musical Quote #50

A música dessa semana, mais uma vez, é um cover de Glee, só que dessa vez ela está aqui não por ser do show, mas pela Lea Michele e sua incrível habilidade de sustentar uma nota por vinte segundos. Aproveitem!

I’ll be waiting for you, here inside my heart. I’m the one who wants to love you more. You will see I can give you, everything you need. Let me be the one to love you more…

e

Resumo da Semana #2

Resumo da Semana é uma coluna semanal em que, todo domingo, mostro um resumo da minha semana literária e das novidades do mundo literário, musical e cinematográfico!

Essa semana consegui ler ainda mais que na passada! Terminei três livros e comecei um quarto!! Quando terminei de ler A Seleção, fui correndo para a biblioteca da escola para ver se eles tinham A Elite, como já contei no post da resenha. Acabou que o livro ainda não havia chegado, mas saí com dois livros de lá: 11 de setembro e outras mentiras que nos contaram, do David Heylen Campos e Deslembrança, da Cat Patrick! O primeiro é um livro que mostra um ponto de vista diferente sobre alguns fatos que até hoje causam intrigas na sociedade. O segundo, vocês vão poder conferir todos os detalhes na resenha, que vai ao ar na quarta-feira! Também terminei a leitura de Sonho, sombras e super-heróis, do Luiz Bras (a resenha vai ao ar sexta-feira) e comecei a ler Divergente, da Veronica Roth.

 

Essa semana aconteceu o festival de Cannes, e tivemos a presença de parte do elenco de Em Chamas, além da divulgação de um novo pôster do filme que estreia só em novembro… A conta oficial do instragram do filme foi a responsável pela divulgação dessas fotos! Vocês podem conferi-las diretamente na página.

A ew.com também divulgou um still da adaptação de Divergente para os cinemas!!

E por último, mas não menos importante, foi lançado ontem o mais novo livro do Dan Brown (autor de O Código da Vinci), chamado Inferno. Confiram a capa e a sinopse abaixo!

Neste novo e fascinante thriller Dan Brown retoma a mistura magistral de história, arte, códigos e símbolos que o consagrou em O código Da Vinci, Anjos e demônios e O símbolo perdido e faz de Inferno sua aposta mais alta até o momento.

No coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado em uma das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri.

Numa corrida contra o tempo, Langdon luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o arrasta para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo o sombrio poema de Dante, Langdon mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído.

Assinatura_2

|Aviso| Calendário de Postagens

Olá pessoal, como vocês estão? Eu hoje vim trazer para vocês como vai funcionar o “novo” calendário de postagens. Como eu já disse no começo do ano, as postagens de resenhas iriam se mais escassas, justamente porque eu estou no terceiro colegial e esse é o ano de vestibular. Por isso, passei esses últimos meses tentando criar algum sistema que me ajudasse a manter o blog atualizado. Mesmo assim, eu estava conseguindo fazer apenas duas postagens por semana, um Musical Quote e uma resenha. Então, agora as coisas vão funcionar assim:

Segunda: Musical Quote

Terça: Top Ten Tuesday

Quarta: Resenha

Quinta: –

Sexta: Resenha/TAG

Sábado: –

Domingo: Resumo da Semana

Quintas e Sábados eu eventualmente postarei alguma notícia que saiu durante o intervalo entre esses dois dias. Isso começa a valer a partir do dia vinte desse mês. A intenção dessas “mudanças” é tentar atualizar mais o blog. Espero que gostem e nos vemos em breve!

Assinatura_2

A Seleção (The Selection #1) ~ Kiera Cass

Nem todas as garotas querem ser princesas. America Singer, por exemplo, tem uma vida perfeitamente razoável, e se pudesse mudar alguma coisa nela, desejaria ter um pouquinho mais de dinheiro e poder revelar seu namoro secreto.

Um dia, America topa se inscrever na Seleção só para agradar a mãe, certa de que não será sorteada para participar da competição em que o príncipe escolherá sua futura esposa.

Mas é claro que seu nome aparece na lista das Selecionadas, e depois disso sua vida nunca mais será a mesa…

A Seleção (The Selection #1) – Kiera Cass

 ISBN: 978-85-65765-01-5

Editora: Seguinte

Ano de Lançamento: 2012

Estrelas: 5 de 5

Páginas: 368

Confesso que, apesar de todas as excelentes críticas sobre esse livro, eu não estava muito animada para A Seleção. Eu tenho procurado por distopias, é fato, mas a ideia geral do livro não me agradou muito. Ainda bem que eu estava completamente enganada, pois eu deixaria de ler um dos livros que, com certeza, vai entrar para a lista dos melhores do ano.

No primeiro livro de The Selection, somos introduzidos a um mundo pós-guerra, no qual os Estados Unidos passaram a ser a Illéa, um país dividido em castas e governado por uma monarquia, e todo rei precisa de uma rainha, certo? E é para isso que acontece a Seleção. Trinta e cinco garotas de toda a Illéa são escolhidas ao acaso para terem a chance de se tornarem esposas do Príncipe Maxon. Acontece que America não quer participar da Seleção, afinal, ela tem um namorado que a ama e está feliz com a sua vida, – exceto pela falta de dinheiro – mas, por pressão de sua mãe e do namorado, acaba se inscrevendo, certa de que não estaria entre as trinta e cinco selecionadas.

Eu realmente tive uma impressão muito errada do livro. Não sei porque, mas vim com baixíssimas expectativas para o livro de Kiera Cass. Acontece, que ele se mostrou o oposto do que eu imaginava, e fazia muito tempo que não lia um livro com tanto gosto e anseio por acabar logo. Vários dos personagens foram diferentes do que eu imaginava, principalmente o Príncipe Maxon. A protagonista, America, é uma garota impulsiva, que não se importa com o que os outros pensam, mas ao mesmo tempo quer fazer o melhor para aqueles que ela ama.

E ver parte da burocracia por trás da “vida boa” de monarca que todas as selecionadas pensavam que iam viver, os problemas do país, o desenvolvimento da relação entre as personagens… Me arrependo de cada segundo que demorei para ler A Seleção. Um livro excelente que me fez sair correndo para a biblioteca da escola para saber se eles tinham A Elite, segundo livro da série. Infelizmente não. Agora, me resta esperar até o dia que eu consiga colocar as mãos num exemplar. Kiera Cass pegou uma ideia simples e transformou-a em algo extremamente genial! Super recomendado.

Musical Quote #49

Essa é a última faixa do CD novo da Demi Lovato e… Bem, vejam por si mesmos.

Now I’m a warrior, now I’ve got thicker skin. I’m a warrior, I’m stronger than I’ve ever been. And my armor is made of steel, you can’t get in, I’m a warrior and you can never hurt me again.